O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras

Véu de Noiva o que fazer na chapada dos guimaraes

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, situado no estado de Mato Grosso, foi criado em abril de 1989 para assegurar a preservação dos recursos naturais da região. Possui diversas trilhas, cachoeiras, cavernas e mirantes de tirar o fôlego. Neste artigo, você saberá tudo sobre o que fazer na Chapada dos Guimarães.

Decidimos conhecer a Chapada dos Guimarães e Nobres no carnaval de 2015, ambas cidades estão localizadas no estado de Mato Grosso. Fomos em busca de aventura e contato com a natureza, e  encontramos o que procurávamos.

chapada dos guimaraes 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Na rodovia a caminho da Chapada dos Guimarães

A entrada do Parque Nacional é gratuita. As atrações localizadas dentro do parque, com exceção do Mirante Véu da Noiva, podem ser visitados apenas com o acompanhamento de guias ou condutores autorizados. O site do ICMBio possui uma relação de guias disponíveis, incluindo seu contato e os idiomas que falam.

Lista – Guias e condutores autorizados

Nós fechamos as duas trilhas que fizemos com a guia Manoela Laurindo Cardoso Condutor. Podem entrar em contato por telefone (65)8155-3338 ou por e-mail manulaurindo@gmail.com.

 

→ Acompanhe as nossas viagens, dicas e aventuras também pelo Instagram ←

@acumulandoviagens

 

Roteiro Resumido na Chapada dos Guimarães e Nobres

Dia 01 – Circuito das Cachoeiras

Dia 02 – Circuito das Cavernas

Dia 03 – Nobres

Dia 04 – Nobres

Dia 05 – Morro dos Ventos e retorno após o almoço

O que fazer na Chapada dos Guimarães

Há diversos passeios, trilhas, cachoeiras e cavernas na Chapada, nós escolhemos duas trilhas, o Circuito das Cachoeiras e o Circuito das Cavernas.

Circuito das Cachoeiras

Véu de Noiva

O mirante da Cachoeira Véu de Noiva é acessado pela entrada principal do Parque (Km 50 da MT-251). Do estacionamento até o mirante, o visitante segue por uma trilha de nível fácil de aproximadamente 550 metros.

A cachoeira possui uma altura de 86 metros, é formada pelas águas do Córrego Coxipozinho e é cercada por um paredão de arenito num vale.

Véu de Noiva 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Véu de Noiva/Foto: Gabriela Rodrigues

O atrativo é auto guiado, ou seja, mesmo se não for fazer o Circuito das Cachoeiras, vale a pena a visita a um dos mais famosos cartões postais da Chapada dos Guimarães.

O acesso é aberto diariamente das 09h às 16h.

Possui estacionamento, telefone público e banheiros no local.

Vista Chapada Véu de Noiva 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Vista da Chapada no Mirante Véu de Noiva

Trilha no Circuito das Cachoeiras

O circuito é formado pelas águas do córrego Independência, que desce pelo cerrado formando seis cachoeiras: 7 de Setembro, Pulo, Degraus, Prainha, Andorinhas e Independência. Entre a cachoeira da Prainha e a das Andorinhas, há duas piscinas naturais.

circuito das cachoeiras 3 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Circuito das Cachoeiras/ Foto: Gabriela Rodrigues

Todo o circuito é liberado para banho, exceto a Cachoeira Independência, também conhecida como Cachoeira dos Malucos.
As trilhas do circuito não apresentam grandes dificuldades, exceto pela sua extensão (aproximadamente 6 km ida e volta). A trilha leva em média 5 a 6 horas de duração e não há nenhum comércio nessa área.

circuito das cachoeiras 2 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Circuito das Cachoeiras/ Foto: Gabriela Rodrigues

A trilha é realmente longa, mas o que ajuda no percurso são as diversas paradas nas cachoeiras para banho, assim conseguimos descansar e recarregar as energias com banho de cachoeira para continuar a trilha.

Não se esquecer de levar:

  1. Biquíni
  2. Toalha
  3. Canga
  4. Boné
  5. Protetor solar
  6. Repelente
  7. Ir de tênis
  8. Chinelos
  9. Ir com roupa de trilha
  10. Água
  11. Lanche

Circuito das Cavernas 

A trilha é bem extensa (por volta de 6 km de extensão) e um pouco cansativa, passando por cavernas e pela Lagoa Azul. Fizemos boa parte da trilha debaixo de chuva, o que por um lado é bom para refrescar.

Caverna Kiogo Brado – com significado de “ninhal de aves”. A entrada da caverna de arenito mede em torno de 30 metros de altura e possui uma extensão total de 273 metros.

Kiogo Brado 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Entrada da Caverna Kiogo Brado
Kiogo Brado 2 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Caverna Kiogo Brado

Gruta da Lagoa Azul – Localizada a poucos metros da Caverna Kiogo Brado, a Lagoa Azul impressiona com a cor de sua água quando os raios solares entram pela caverna. Infelizmente não é permitido nadar na lagoa, somente os animais que vivem por ali que tem esta felicidade.

IMG 3541 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Lagoa Azul
IMG 3572 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Lagoa Azul

Caverna Aroe Jari – É a maior caverna de arenito do Brasil, com mais de 1500 metros de extensão. Não é possível atravessar a caverna, então entramos somente na primeira parte com a lanterna em mãos.

aroe jari 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras

A última parada antes do retorno foi na Ponte de Pedra ara fotografar.

Ponte de Pedra 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Ponte de Pedra

Para voltar, todos optaram pelo modo preguiça, e pegamos carona (R$10,00 por pessoa) no trator da propriedade Fazenda Água Fria.

Para fazer esta trilha é necessário ir de calça comprida pois é fornecido uma proteção para colocar nas canelas para evitar picada de cobras na Caverna Aroe Jari. E, também, não se esqueça de levar os mesmos itens do Circuito das Cachoeiras.

Você conhece a Loja Viaje Decore?

banner blog - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras

Na Viaje Decore você encontra produtos de decoração e presentes para apaixonados por viagens, café e vinho. Temos um CUPOM de 15% DE DESCONTO para todos os leitores do blog, é só utilizar o cupom “ACUMULANDO15” ao finalizar a sua compra no Viaje Decore.

Morro dos Ventos

O Restaurante e Mirante Morro dos Ventos está localizado a 3km do centro da Chapada e bem posicionado a uma altura de 200 metros, além de uma comida deliciosa encontramos um mirante com vista para os paredões da Chapada para encerrar a nossa visita pela região.

morro dos ventos 1 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Vista do Mirante no Restaurante Morro dos Ventos
morro dos ventos 3 1024x768 - O que fazer na Chapada dos Guimarães | trilhas e cachoeiras
Vista do Mirante no Restaurante Morro dos Ventos

Quando ir para a Chapada dos Guimarães

A melhor época para curtir a região é no período de seca, que vai de abril a setembro (de julho a outubro, porém, há possibilidade de queimadas). De outubro a março as chuvas são constantes, mas o calor incentiva os banhos de cachoeira. A animação é maior nos finais de semana, quando as pousadas ficam lotadas na cidade.

O único cuidado a mais ao visitar o parque na época de chuvas, é com a possibilidade de ocorrência de trombas d’água, pois elas inviabilizam o acesso às cachoeiras. A tromba d’água é um fenômeno decorrente do acúmulo de água na cabeceira do rio, provocando uma enchente repentina e arrastando o que estiver em seu curso.

Onde se hospedar

Decidimos montar base em Cuiabá, devido a distância ser curta entre as cidades (70km) e também porque não encontramos pousadas com vagas disponíveis na Chapada. Nos hospedamos no Hotel Slaviero Executive Cuiabá.

Como Chegar na Chapada dos Guimarães

A Chapada dos Guimarães fica a aproximadamente 70km da capital Cuiabá e a estrada é bem tranquila. Apesar de asfaltada, não tem acostamento e o trajeto é, em sua maioria, feito em pista simples com vários trechos de aclive. Tenha atenção redobrada durantes finais de semana, feriados e períodos de férias.

Como nos hospedamos em Cuiabá, alugamos um carro para fazer o trajeto entre as cidades.

 

Se tiver mais tempo na região, aproveite para conhecer também Bom Jardim em Nobres. Há flutuações, cachoeiras, muitas águas cristalinas com muitos peixes e com preços mais acessíveis do que Bonito. Neste post do Blog Mochilão a Dois, a Liany fala mais sobre os passeios na região.

Está planejando sua viagem e ficou com alguma dúvida sobre o que fazer na Chapada dos Guimarães? Deixe sua pergunta nos comentários abaixo 😉

organize a sua viagem por aqui

Ao realizar uma reserva por algum link do nosso blog recebemos uma pequena comissão, esta comissão não vai aumentar o preço da sua reserva, mas você irá contribuir para a continuarmos a produzir conteúdo bom e gratuito no Blog.





Booking.com

Posted by

Rafael, Mogiano, Engenheiro de Computação e Ciclista, despertou a paixão por viagens quando conheceu a Gabi. Sua primeira viagem internacional e a primeira vez que voou de avião foi para fazer um intercâmbio no Canadá, na cidade de Vancouver .

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.